Empreendedorismo Digital. Seja pelo cres

Empreendedorismo Digital. Seja pelo crescimento do e-commerce ou das mídias sociais, o mercado está aquecido. Veja 3 vídeos com cases de startups brasileiras de redes sociais e e-commerce e inspire-se. Mas atenção, é um canal como qualquer outro e necessita de conhecimento, estratégias consistentes e muito foco. Quem nunca sonhou com uma startup de sucesso? http://ow.ly/5J9Im

Tendências para novos negócios na internet! E-commerce personalizado.

O Brasil encerrou o último ano com 23 milhões de e-consumidores. O número é expressivo, mas tende a crescer a ainda mais nos próximos anos. Com o potencial aumento do acesso à banda larga, a popularização de smartphones que se conectam à internet e os incentivos ao acesso à rede para a classe C,  mais e mais brasileiros devem recorrer à praticidade da internet para atender suas necessidades do dia-a-dia.

Para os empreendedores, isso significa oportunidade. Quem souber detectar as tendências e oferecer o que os consumidores estão procurando, poderá se dar muito bem.

E-commerce personalizado

Com a oferta de serviços de hospedagem que podem ser contratados sob demanda a custos acessíveis, as lojas virtuais tendem a se tornar ainda mais populares. O segredo para não bater de frente com gigantes como o Submarino e a Americanas.com é investir em nichos bastante específicos. É o caso da Café Store, especializada na venda de café e utensílios para preparar e servir a bebida pela internet. Oferecendo um mix de produto diferenciado e alto padrão de serviço, quem apostar na segmentação tende a conquistar uma clientela fiel. A mesma regra vale para os sites de compras coletivas. O momento para investir no grande público já passou, uma vez que há mais de 1 mil sites do tipo operando no país. Mas quem conseguir encontrar um filão negligenciado pelas ofertas gerais, pode garantir a sobrevivência do seu negócio.

Veja 5 exemplos de sucesso no link: http://exame.abril.com.br/pme/noticias/5-empresarios-que-deram-certo-no-e-commerce?p=2#link

Fonte: Exame

Cases de sucesso em Mídias Sociais: GAP aproveita Facebook Deals e dá 10.000 jeans via Places – Nós na Rede

Já se começam a ver os primeiros sinais de utilização do Facebook Deals, anunciado esta semana como adição ao Facebook Places. A conhecida marca GAP é, talvez, das primeiras a embarcar na nova aposta do Facebook, aproveitando o novo Facebook Deals para oferecer…calças de ganga.

Tendo em conta a utilização do Facebook Places, a única coisa que os clientes da marca norte-americana tiveram de fazer ontem, sexta-feira, foi “check-in” numa loja GAP nos EUA e, mesmo aqueles que não receberam um dos dez mil pares de jeans, tiveram direito a 40% de desconto.

Por cá, ainda nem Facebook Places temos mas, tendo em conta a fraca utilização do Foursquare por parte das marcas portuguesas, ainda será preciso esperar algum tempo antes de ver ofertas destas em Portugal.

by nos na rede

A quarta tela! Facebook apresenta nova estratégia para celulares. No Brasil, em breve.

Mark Zuckerberg anunciou o lançamento de atualizações para os aplicativos da rede social para telefones celulares e smartphones.

Zuckerberg afirma que a função Groups chegará à maioria dos iPhones, que também receberá melhorias no sistema de tags. O aplicativo para Android também terá suporte ao Places e Groups. Quando perguntado da razão pela qual ainda não há um aplicativo oficial para o iPad, o executivo afirmou que o iPad não é tão portátil quanto um telefone celular.

Outra novidade é a simplificação do processo de autenticação do Facebook para aplicativos em celulares. Erik Tseng, chefe da divisão mobile do Facebook, afirma que o plano é criar “uma verdadeira plataforma horizontal”. Para isto, os criadores de aplicativos poderão usar um sistema que requer apenas um clique do usuário para entrar no sistema.

Programadores também passam a ter acesso de leitrua e escrita no Places, o que permite que aplicativos externos enviem dados para o Facebook. Um exemplo citado pelo site “TechCrunch” é o check-in em um site como o SCVNGR, que poderá atualizar o status do usuário no Facebook Places. Além disto, a base de dados de locais do também será disponibilizada aos desenvolvedores.

Por fim, uma boa pedida para aqueles que procuram promoções e brindes: o Facebook Deals permite que usuários do Places tenham descontos e vantagens em lugares visitados. O Deals já conta com 22 parceiros, e 20 mil empresas de pequeno e médio porte têm acesso à ferramenta de criação destas ofertas. Entre os exemplos estão a loja Gap, que doará 10 mil calças jeans – e quando estes acabarem, visitantes terão 40% de desconto nos produtos da loja, e o hotel Palms, em Las Vegas, que dará uma diária extra para quem ficar duas noites.

by o globo on line

Check-in extraterrestre. Desbloqueie esta badge! Geosocial. Ainda não é febre no Brasil, mas vai ser.

A  badge NASA Explorer, foi desbloqueada hoje depois que o astronauta Douglas H. Weelock, da Expedition 25, fez o primeiro uso de um aplicativo geosocial do espaço.

Ou seja, um check-in extraterrestre, realizado da Estação Espacial Internacional. O Foursquare convidou também o comandante Scott Kelly, da Expedition 26, que vai acontecer nos próximos meses, para participar e assim iniciar a disputa para saber quem será o “mayor” do sistema solar. Você pode ganhar esta badge se fizer check-in em locais selecionados pela NASA, e sim, são locais no planeta Terra.

Com aplicativo geosocial, MINI cria disputa por um carro na Suécia

Muitas marcas querem entrar na onda dos aplicativos geosociais. A primeira saída, é claro, é pensar em promoções em conjunto com o Foursquare, Gowalla ou algo que o valha. Porém, também tem aquelas empresas que preferem partir em vôo solo.

Um exemplo é essa brilhante ação de MINI na Suécia. Tem um carro estacionado em Estocolmo, e através do aplicativo para iPhone você deve fazer um check-in a no máximo 50 metros de distância do veículo. Se você conseguir manter isso por uma semana, o MINI é seu.

Seria fácil, caso não fosse as centenas de “inimigos” tentando furar os seus olhos. Basicamente, funciona como uma disputa padrão de mayorship do Foursquare, por exemplo, mas que aqui vale o carro como prêmio.

Não precisa ser nenhum adivinho pra saber, mas eu prevejo um futuro recompensador para essa ideia. A criação é da agência alemã Jung Von Matt.

by brainstorm9.com.br

Você pensa que mídias sociais não são para B2B? Pense de novo.

Veja este pequeno vídeo, produzido pela Earnest Agency de Londres, onde colocam alguns dados muito interessantes e veja o quanto as mídias sociais são importantes para o desenvolvimento de negócios não apenas B2C, mas também B2B.

Twitter inverte posição de tópico pago: tentativa de valorizar a publicidade.

Antes exibido na base, o tópico patrocinado amanheceu no topo da lista nesta sexta-feira, em um claro esforço do Twitter em valorizar a publicidade.

fonte: infoexame

Facebook passa Twitter no Brasil

O Orkut continua a ser rede social mais popular no Brasil. Mas agora sua liderança está cada vez mais ameaçada pelo Facebook.

Segundo um relatório publicado hoje pela consultoria comScore, a rede social do Google tem atualmente 29,4 milhões de usuários únicos contra quase 8,9 milhões do site de Mark Zuckerberg.

Porém, a rede social de Mark Zuckerberg cresceu quase 600% no período de um ano – em 2009, eram 1,5 milhão de usuários, aponta o relatório.

Com isso, o Facebook se tornou maior que o Twitter no Brasil. Segundo a comScore, a rede de microblog conta com 8,6 milhões de usuários atualmente. Por outro lado, o Brasil é o país onde o Twitter tem o maior índice de penetração, atingindo 23% dos usuários.

Entre o Orkut e o Facebook, a Windows Live – amparada no serviço de e-mail Hotmail e no Live Messenger – conta com 12,5 milhões de usuários únicos de msn.

A pesquisa foi feita com usuários maiores de 15 anos que acessam a internet em casa e no trabalho. Segundo a comScore, em média, o brasileiro gasta quatro horas por mês navegando em redes sociais.

fonte infoexame

Vendas de final de ano deverão representar 55% de todo o faturamento do comércio eletrônico em 2010.

As festas de final de ano podem representar mais R$ 7,6 bilhões de faturamento para o setor. Sua empresa já está preparada para não perder esta oportunidade?

Somente no primeiro semestre do ano as vendas do comércio eletrônico atingiram R$ 6,7 bilhões, um crescimento de 40% em relação a 2009, segundo a empresa especializada e-Bit. E até dezembro a previsão é de que esse total chegue a R$ 14,3 bilhões. Ou seja, além de um crescimento excepcional verificado até agora, as festas de final de ano podem representar mais R$ 7,6 bilhões de faturamento para o setor.

Se você possui uma loja de e-commerce, ou um site institucional mas gostaria de iniciar atividades de e-commerce este final de ano, e pretende explorar esta oportunidade, tem de começar já. E não estamos falando apenas de preparar o estoque e o site. E necessário também o planejamento de ações de marketing digital envolvendo links patrocinados, e-mail marketing, otimização, redes e mídias sociais e acompanhamento da concorrência.

O e-Commerce no Brasil: . Segundo dados do e-Bit, cerca de 20 milhões de pessoas fizeram compras pela internet este ano e até dezembro o número pode chegar a 23 milhões.

A previsão de que este faturamento atinja R$ 14,3 bilhões até o fim do ano, representa crescimento de 35%. O valor do tíquete médio também subiu 17%, passando de R$ 323 para R$ 379.

Para o planejamento e lançamento das ações, sua empresa pode contar com ajuda especializada, como a Woodpecker que é uma agência especializada em soluções de marketing para empresas de pequeno e médio portes (PMEs), ou, caso seu departamento de marketing tenha experiência no assunto, pode fazer um planejamento interno. O que não se pode perder de vista é a oportunidade.

fontes: revista fator, e-Bit

%d bloggers like this: