Cases de sucesso em Mídias Sociais: GAP aproveita Facebook Deals e dá 10.000 jeans via Places – Nós na Rede

Já se começam a ver os primeiros sinais de utilização do Facebook Deals, anunciado esta semana como adição ao Facebook Places. A conhecida marca GAP é, talvez, das primeiras a embarcar na nova aposta do Facebook, aproveitando o novo Facebook Deals para oferecer…calças de ganga.

Tendo em conta a utilização do Facebook Places, a única coisa que os clientes da marca norte-americana tiveram de fazer ontem, sexta-feira, foi “check-in” numa loja GAP nos EUA e, mesmo aqueles que não receberam um dos dez mil pares de jeans, tiveram direito a 40% de desconto.

Por cá, ainda nem Facebook Places temos mas, tendo em conta a fraca utilização do Foursquare por parte das marcas portuguesas, ainda será preciso esperar algum tempo antes de ver ofertas destas em Portugal.

by nos na rede

Advertisements

A quarta tela! Facebook apresenta nova estratégia para celulares. No Brasil, em breve.

Mark Zuckerberg anunciou o lançamento de atualizações para os aplicativos da rede social para telefones celulares e smartphones.

Zuckerberg afirma que a função Groups chegará à maioria dos iPhones, que também receberá melhorias no sistema de tags. O aplicativo para Android também terá suporte ao Places e Groups. Quando perguntado da razão pela qual ainda não há um aplicativo oficial para o iPad, o executivo afirmou que o iPad não é tão portátil quanto um telefone celular.

Outra novidade é a simplificação do processo de autenticação do Facebook para aplicativos em celulares. Erik Tseng, chefe da divisão mobile do Facebook, afirma que o plano é criar “uma verdadeira plataforma horizontal”. Para isto, os criadores de aplicativos poderão usar um sistema que requer apenas um clique do usuário para entrar no sistema.

Programadores também passam a ter acesso de leitrua e escrita no Places, o que permite que aplicativos externos enviem dados para o Facebook. Um exemplo citado pelo site “TechCrunch” é o check-in em um site como o SCVNGR, que poderá atualizar o status do usuário no Facebook Places. Além disto, a base de dados de locais do também será disponibilizada aos desenvolvedores.

Por fim, uma boa pedida para aqueles que procuram promoções e brindes: o Facebook Deals permite que usuários do Places tenham descontos e vantagens em lugares visitados. O Deals já conta com 22 parceiros, e 20 mil empresas de pequeno e médio porte têm acesso à ferramenta de criação destas ofertas. Entre os exemplos estão a loja Gap, que doará 10 mil calças jeans – e quando estes acabarem, visitantes terão 40% de desconto nos produtos da loja, e o hotel Palms, em Las Vegas, que dará uma diária extra para quem ficar duas noites.

by o globo on line

Google Instant: o que muda para as marcas

Prometendo menos cliques e economia de tempo, novo mecanismo de buscas do Google pode alterar a visibilidade das marcas na web

São Paulo – Lançado nesta quarta-feira (8), o novo mecanismo de buscas do Google, chamado de “Google Instant“, promete acelerar o processo de pesquisa e economizar tempo dos usuários. Pelo sistema, os resultados de busca passam a ser exibidos na página em tempo real, enquanto os caracteres ainda são digitados, sem a necessidade de se clicar em “Enter”.

Com o slogan “Resultados enquanto você digita. Menos cliques” – “Results as you type. Fewer Clicks” -, a mudança é uma das mais importantes desde o início da dinâmica de publicidade vinculada a buscas. O Google prevê que o produto irá poupar aos usuários mais de 350 milhões de horas por ano, ou de 2 a 5 segundos por busca, em média. Com isso – e sabendo que junto com os resultados instantâneos, os anúncios correspondentes também se alteram – é de se esperar que o tempo gasto pelo usuário em Links Patrocinados também diminua. Estamos falando, nesse caso, de um negócio que gera cerca de 23 bilhões de dólares para o Google.

Como já acontece nas buscas atuais, marcas grandes e já estabelecidas tendem a ganhar ainda mais visibilidade com o Google Instant. Estar bem posicionado em buscas sugeridas pelo site deve ser uma boa fonte de tráfego, até maior do que já era. Por exemplo, ao digitar apenas a letra “A” na caixa de buscas, as marcas que aparecem imediatamente são: Amazon, AOL, AT&T e Apple. A primeira letra, portanto, torna-se o ponto alto de exposição.

Outro fator importante é que como as palavras-chave pré-definidas pelo Google podem trazer mais tráfego para esses termos, é possível que haja uma diminuição na variedade de resultados genéricos. A “Cauda Longa” fica mais curta, e sites pouco conhecidos tornam-se mais improváveis de ser encontrados.

O argumento do Google para isso é de que o impacto das impressões geradas já a partir da primeira letra digitada será pequeno, mas segundo um levantamento da própria empresa, um usuário típico leva em torno de nove segundos para escrever um termo de busca. Ou seja, a tendência é de que o número de impressões de anúncios de Links Patrocinados suba consideravelmente, enquanto a relação de cliques por impressão (CTR) caia. Com isso, pode haver uma gradativa perda de posições no ranking de resultados, o que força algumas empresas a investirem mais em Links Patrocinados para manter suas marcas nas alturas.

Além disso, o novo sistema tende a beneficiar sites mais conhecidos e com melhor otimização (Search Engine Optimization), e a segunda página de resultados se tornará menos visitada. Mesmo na primeira página, a tendência é de que os resultados buscados sejam encontrados acima do limite de rolagem da tela. O papel dos profissionais de SEO, portanto, será ainda mais importante do que já é hoje para que uma marca alcance visibilidade na web.

Cris Simon, de EXAME.com

A PlayStation Phone is Coming, and It’s Powered By Android [RUMOR]

If rumors are true, the mobile and gaming markets are about to get a big surprise from Sony Ericsson: a PlayStation-branded gaming phone, powered by Android 3.0.

According to Engadget, Sony Ericsson is working on a hybrid mobile phone and gaming device that is a “cross between the Samsung Captivate and the PSP Go.” It supposedly includes a landscape slider complete with PSP-like controls, a touchpad in place of the joystick, a 3.7″-4.1″ screen, a 5 megapixel camera and a 1GHz Snapdragon processor. The phone will carry both the Xperia and PlayStation brands.

This is not the first time rumors have surfaced about a PlayStation phone. We first heard industry back-fence talk about such a device in March. It was supposed to be the result of collaboration between Sony’s PlayStation brand and its Sony Ericsson phone division. However, this is the first time we’ve heard that it would run on Google’sGoogle

Read more: http://mashable.com/2010/08/11/playstation-android-phone-sony/

%d bloggers like this: