Google Instant: o que muda para as marcas

Prometendo menos cliques e economia de tempo, novo mecanismo de buscas do Google pode alterar a visibilidade das marcas na web

São Paulo – Lançado nesta quarta-feira (8), o novo mecanismo de buscas do Google, chamado de “Google Instant“, promete acelerar o processo de pesquisa e economizar tempo dos usuários. Pelo sistema, os resultados de busca passam a ser exibidos na página em tempo real, enquanto os caracteres ainda são digitados, sem a necessidade de se clicar em “Enter”.

Com o slogan “Resultados enquanto você digita. Menos cliques” – “Results as you type. Fewer Clicks” -, a mudança é uma das mais importantes desde o início da dinâmica de publicidade vinculada a buscas. O Google prevê que o produto irá poupar aos usuários mais de 350 milhões de horas por ano, ou de 2 a 5 segundos por busca, em média. Com isso – e sabendo que junto com os resultados instantâneos, os anúncios correspondentes também se alteram – é de se esperar que o tempo gasto pelo usuário em Links Patrocinados também diminua. Estamos falando, nesse caso, de um negócio que gera cerca de 23 bilhões de dólares para o Google.

Como já acontece nas buscas atuais, marcas grandes e já estabelecidas tendem a ganhar ainda mais visibilidade com o Google Instant. Estar bem posicionado em buscas sugeridas pelo site deve ser uma boa fonte de tráfego, até maior do que já era. Por exemplo, ao digitar apenas a letra “A” na caixa de buscas, as marcas que aparecem imediatamente são: Amazon, AOL, AT&T e Apple. A primeira letra, portanto, torna-se o ponto alto de exposição.

Outro fator importante é que como as palavras-chave pré-definidas pelo Google podem trazer mais tráfego para esses termos, é possível que haja uma diminuição na variedade de resultados genéricos. A “Cauda Longa” fica mais curta, e sites pouco conhecidos tornam-se mais improváveis de ser encontrados.

O argumento do Google para isso é de que o impacto das impressões geradas já a partir da primeira letra digitada será pequeno, mas segundo um levantamento da própria empresa, um usuário típico leva em torno de nove segundos para escrever um termo de busca. Ou seja, a tendência é de que o número de impressões de anúncios de Links Patrocinados suba consideravelmente, enquanto a relação de cliques por impressão (CTR) caia. Com isso, pode haver uma gradativa perda de posições no ranking de resultados, o que força algumas empresas a investirem mais em Links Patrocinados para manter suas marcas nas alturas.

Além disso, o novo sistema tende a beneficiar sites mais conhecidos e com melhor otimização (Search Engine Optimization), e a segunda página de resultados se tornará menos visitada. Mesmo na primeira página, a tendência é de que os resultados buscados sejam encontrados acima do limite de rolagem da tela. O papel dos profissionais de SEO, portanto, será ainda mais importante do que já é hoje para que uma marca alcance visibilidade na web.

Cris Simon, de EXAME.com

One Response to Google Instant: o que muda para as marcas

  1. Pingback: Tweets that mention Google Instant: o que muda para as marcas « -- Topsy.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: